quarta-feira, 29 de julho de 2015

Ex-prefeitos de Nova Friburgo terão que devolver dinheiro recebido a mais

Texto: TCE-RJ
Fotos: Internet

O Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) condenou, na sessão desta terça-feira (28/7), os ex-prefeitos de Nova Friburgo Dermeval Barboza Moreira Neto e Sérgio Xavier de Souza a devolverem R$ 28.153,70 aos cofres do município. 
O valor é correspondente aos salários pagos a mais aos dois agentes políticos em 2011. À frente da prefeitura entre 1º de janeiro e 6 de novembro de 2011, Dermeval terá que devolver R$ 24.131,73.  Já Sérgio, que foi prefeito entre 7 de novembro e 31 dezembro do mesmo ano, terá que ressarcir o município em R$ 4.021,96.
A decisão plenária acompanhou o voto do relator do processo, conselheiro José Gomes Graciosa. Além do dinheiro a ser devolvido, o ex-prefeito Dermeval Barboza terá que pagar multa de R$ 21.695,20; e Sérgio Souza, de R$ 8.135,70.


quinta-feira, 23 de julho de 2015

PMs apreendem maconha e cocaína em duas ações em Nova Friburgo

Equipes do 11ºBPM realizaram nesta quarta-feira, 22, duas apreensões de drogas nos bairros de Olaria e Vargem Grande. Na primeira ação ocorrida por volta das 17:30, agentes do Serviço Reservado (P2), verificava denúncia de tráfico de drogas na Rua Raul Veiga e localizaram em um terreno baldio Marcos Vinicius da Cunha Vidalino, 22 anos. Com ele foram apreendidos 154 trouxinhas de maconha.

Cerca de meia hora depois, policiais da equipe PATAMO, faziam patrulhamento em Vargem Grande quando suspeitaram de um jovem, de 17 anos. Os PMs realizaram a abordagem e com o menor foram apreendidos 340 papelotes de cocaína.

As drogas ficaram apreendidas na 151ª DP, Marcos Vinicius será transferido para uma unidade prisional no Rio de Janeiro e o menor encaminhado para a Vara da Infância e Juventude.

Fotos cedidas pelo 11ºBPM

Droga apreendida em Olaria tinha imagem do cantor Bob Marley

terça-feira, 21 de julho de 2015

Setor têxtil de Nova Friburgo movimenta negócios na FEVEST 2015. Expectativa é que seja gerado cerda de R$50 milhões em vendas

Texto: Scheila L. Santiago/Assessoria de Comunicação - Burburinho
A indústria têxtil de Nova Friburgo apresentará suas mais recentes criações durante a 25ª Fevest - Feira de Moda Íntima, Praia, Fitness e Matéria-Prima, que acontece entre os dias 02 e 04 de agosto, no Country Clube de Nova Friburgo. A feira, considerada o principal showroom do setor, é voltada para empresários, compradores, multimarcas, lojistas e fornecedores de todo o Brasil. O evento é uma boa oportunidade para que novos empreendedores conheçam o estado da arte da produção de moda íntima, moda praia e artigos para fitness produzidos no Brasil. 
O polo têxtil de Nova Friburgo e região é formado por 1.324 confecções, gerando 24 mil postos de trabalhos, sendo 10 mil diretos e 14 mil indiretos, que movimentam a economia da cidade serrana fluminense e região. 
Nova Friburgo é reconhecida, há alguns anos, como a capital brasileira da Moda Íntima e referência no setor por representar o desenvolvimento industrial da pequena e média empresa no Brasil. Em sua vigésima quinta edição, a Fevest reunirá cerca de 100 expositores, entre confeccionistas e fornecedores. 
A empresa Lucitex Lingerie, que produz, mensalmente, um volume em torno de 250 mil peças, espera superar em 21% as vendas durante a Fevest em relação ao ano passado. Cada peça sai em média por R$14. A empresa atua em todo o Brasil, com o maior número de vendas concentrado na região Sudeste.  As principais matérias-primas são o algodão e a viscose. De acordo com a diretora, Neucileia Layola, a Fevest é a principal vitrine de Nova Friburgo, pois é através da feira que a indústria consegue mostrar a importância de sua produção têxtil para todo o Brasil e até para mercado internacional. “O mais importante é entender o mercado que estamos inseridos e identificar as necessidades desse novo consumidor”, comenta Layola. 
Segundo o IEMI, Instituto de Inteligência de Mercado, especializado em pesquisas e análises de peças do setor têxtil e de vestuário, em 2015 estima-se uma nova expansão da produção para o segmento em torno de 1,5% em volumes de peças. 
Outra empresa friburguense que aposta no fortalecimento de sua imagem é a grife Pelle Nuda. Fundada em 1993, a empresa busca sempre estar atualizada com as novidades da Europa. A marca costuma trabalhar com criações básicas e confortáveis, tudo para proporcionar elegância com boa qualidade à mulher. As principais tendências para a próxima estação são as estampas digitais com cores vibrantes e fortes. Outro nicho de mercado é a coleção Plus Size, com cores diferentes de um produto que está em alta no mercado. As principais praças de atuação são Rio de Janeiro, Bahia e São Paulo. A Pelle Nuda tem planos de ampliar a exportação para o Paraguai, onde a marca já atua. O volume de produção de peças gira em torno de 40 mil por mês, com valor médio de R$33. Para a diretora Andrea Luiza, a Fevest é muito importante para a Pelle Nuda devido ao alcance de geração de negócios com diversos públicos. “Oferecer produtos com estilo e qualidade são primordiais para o meu público-alvo”, ressalta a empresária. 
Segundo dados da Abit, Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção, o Brasil produz 9,4 bilhões de peças/ano, sendo 5,3 bilhões em peças de vestuário. O país também é referência mundial em design de moda praia, tendo crescido também nos segmentos de fitness e lingerie
Há mais de 17 anos, a Criwall é uma empresa de produção de laços para lingeries e acessórios, vestuário adulto e infantil, artesanato e decoração, entre outros. Para este ano de 2015, a marca está desenvolvendo novos modelos e cores, com previsão de dez modelos de destaques. De acordo com a diretora da marca, Criciana Condack, “o volume de produção de peças gira em torno de 13 milhões por mês, com uma expectativa de 20% de aumento nas vendas para este ano”. 
Segundo o estudo “Mercado Potencial de Moda Íntima e Meias” recém-lançado e elaborado pelo IEMI, a produção deste segmento, que engloba a confecção de calcinhas e sutiãs, camisolas, pijamas e modeladores, apresentou uma leve retomada nos seus volumes de produção, em torno de 2,4%, acumulados em 2013 e 2014. 
O IEMI também analisou que a região Sudeste concentra o maior número de empresas do segmento de roupas íntimas, 53,2%. Em segundo lugar, vem a região Nordeste, com 19,9%; a região Sul, com 17,9%; e a região centro-oeste, com 8,3%. A região Norte ainda representa uma produção restrita, com aproximadamente 1% do volume de peças. Um dos destaques desse mercado é a produção de sutiãs, que somaram 141.971 milhões no ano passado, frente às 132.871 milhões de peças produzidas em 2013. 
A FEVEST é uma realização do Sindicato das indústrias de Vestuário de Nova Friburgo e Região – Sindvest; uma promoção do SENAI/FIRJAN e Sebrae; com patrocínio do Banco do Brasil e Governo Federal; apoio do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Prefeitura Municipal de Nova Friburgo, Conselho da Moda, Rede InterTV, Tex Brasil, Abit e Apex Brasil; e organização da Teia de Eventos. 

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Lei inédita sobre saúde no Brasil é criada em Nova Friburgo

Projeto de Lei nº 503/2013 é de autoria do Vereador Ricardo Figueira e tinha sido vetado pelo Executivo
Texto: Assessoria de Comunicação
Uma inédita e importante lei voltada para a saúde e que irá beneficiar os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), de autoria do vereador Ricardo Figueira, foi promulgada pelo Presidente da Câmara Municipal de Nova Friburgo, após ter recebido veto total do Executivo, e já publicada em Diário Oficial. Os vereadores entenderam a importância e o papel que essa lei terá, diante de tantas reclamações da sociedade, e votaram a favor da mesma no último mês. O principal objetivo da lei, que vem desde 2013 sendo avaliada dentro da Câmara, é beneficiar toda população que necessita do SUS e, muitas vezes, não tem seu pleito atendido de imediato. 
A Lei 503/2013 determina ‘o Registro do Não Atendimento nos procedimentos do Sistema Único de Saúde (SUS) no âmbito do território do município de Nova Friburgo’, ou seja, o paciente terá o direito assegurado de ser registrado no seu formulário de prontuário, de receituário, de requisições de exames, de encaminhamentos, de cirurgias, e outros, o registro dos motivos da não entrega de medicamentos e o não atendimento pelo órgão ou profissional responsável requisitados, por exemplos. Essa prática irá facilitar e reduzir o tempo e o trabalho do paciente que, se necessário for à justiça solicitar que sua necessidade de saúde, momentânea ou frequente, seja atendida logo, considerando que é uma tramitação necessária e solicitada pelo Poder Judiciário. 
Para Ricardo Figueira essa é uma busca do aperfeiçoamento no atendimento dos serviços de saúde no Município de Nova Friburgo e um grande ganho para o município. 
“Essa lei visa oferecer instrumentos de políticas públicas de estatísticas e de fiscalização da demanda reprimida pelo não atendimento ao cidadão que busca o atendimento, respeita a fila de espera e no momento de ser atendido ele não existe de forma suficiente, tanto para consultas médicas, quanto para os demais atendimentos de exames laboratoriais, entre outros. A ideia principal da criação dessa lei foi dignificar a pessoa humana nos atendimentos públicos e ter elementos suficientes para se aplicar as legislações federal, estadual, que definem prazos mínimos e máximos para determinados atendimentos e procedimentos de saúde pública e privada, fazendo-se então necessário o registro do não atendimento nos procedimentos SUS em nosso município”, explica o vereador. 
Ainda de acordo com a lei, o paciente terá o direito de preferência e será incluído nas próximas entregas de remédio e nos atendimentos, dentro do prazo mínimo estabelecido por lei ou pelas condições de atendimento do Sistema Único de Saúde. O descumprimento da mesma será aplicado as sanções previstas nas Leis Federal, Estadual e Municipal e multa de 300 (trezentos) UFIR por cada infração constada, que deverá ser recolhida em favor do Fundo Municipal de Saúde.

Vereador Ricardo tem outras leis voltadas para benefício da saúde do município 
O vereador Ricardo Figueira vem buscado, dentro do seu mandato, apresentar leis voltadas para a saúde de Nova Friburgo, como a de nº 4.388/15, que dá prioridade na tramitação, em qualquer órgão ou instância, público ou privado e em todos os setores de administração do município de Nova Friburgo, nos processos administrativos em que figure como parte ou interessado, pessoas com doenças graves (doenças do coração, doenças respiratórias, diabetes, AIDS, câncer, doenças do aparelho circulatório, hepatite, cólera, alienação mental, hanseníase, cegueira, paralisia, doença de Parkinson, contaminação por radiação, entre outras devidamente atestadas pela medicina) ou incapacitadas, com parecer da medicina especializada, ainda que o estado patológico tenha se instalado depois de iniciado o processo. 
Assim como a lei de nº 4.314/14, também já aprovada, que determina a garantia de tratamento imediato e individualizado com prioridade ao idoso e à idosa quando estiverem, agindo e buscando atendimento público ou privado em nome dos seus ascendentes, descendentes, cônjuge, companheiro (a) ou colaterais de até 1º Grau com idade igual ou superior a 65 anos e que tenham necessidades especiais. 
Essas leis já foram publicadas em Diário Oficial e estão em vigor.
Veja o que diz e Lei nº 503/2013

Artigo 1º
– Em qualquer procedimento previsto no Sistema Único de Saúde – SUS,   no âmbito do território do Município de Nova Friburgo, o paciente terá o direito de  ser registrado no seu formulário de prontuário, de receituário, de requisições de exames, de encaminhamentos, de cirurgias,   o registro dos motivos da não entrega de medicamentos e o não atendimento pelo  órgão ou profissional responsável requisitados.

§ 1º - O paciente terá o direito de preferência e será incluído nas próximas entregas de remédio e nos atendimentos, dentro do prazo mínimo estabelecido por lei ou pelas condições de atendimento do Sistema Único de Saúde – SUS.

§ 2º -  No registro do não atendimento além dos motivos e prazos, deverá constar nome completo, função, número de matrícula do profissional responsável requisitado.

Artigo 2º - Poderão ser afixadas nos locais que atendem ao público utilizando os procedimentos previstos no Sistema Único de Saúde – SUS, no âmbito do território do Município de Nova Friburgo, placas com a informação do direito previsto nesta lei, com a seguinte redação: “É seu direito receber formalizado o registro do não atendimento dos procedimentos previstos no Sistema Único de Saúde – SUS”.

Artigo 3º -  No descumprimento da presente Lei será aplicado as sanções previstas nas Leis Federal, Estadual e Municipal  e   multa de 300 (trezentos) UFIR por cada infração constada, que deverá ser recolhida em favor do Fundo Municipal de Saúde.

Artigo 4º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Dom Edney inicia Governo Itinerante no Vicariato Norte da Diocese de Nova Friburgo

Texto e Foto: Diocese de Nova Friburgo
O Vicariato Norte da Diocese de Nova Friburgo recebe a partir do próximo dia 19 a segunda etapa deste ano do projeto Governo Itinerante. Até o dia 12 de agosto, o Bispo, Dom Edney Gouvêa Mattoso, estará nesta parte do território diocesano acompanhando mais de perto os trabalhos pastorais e os desafios desta parcela do povo de Deus. A Santa Missa de Abertura Oficial acontecerá na Paróquia Nossa Senhora da Piedade, em Cordeiro, às 19h. 
Entre os meses de maio e junho, o Vicariato Litoral sediou a primeira etapa de 2015, sendo o quarto ano consecutivo do projeto, que é uma iniciativa de Dom Edney. O Governo Itinerante é uma das atividades que permite o contato direto do Bispo com os fiéis e faz parte do Calendário Diocesano. Ao longo do ano, diversos encontros diocesanos e vicariais, Missas festivas e Crismas, por exemplo, são realizados e contam com a presença de Dom Edney. 
O Vicariato Norte é composto pelos municípios de Bom Jardim, Macuco, Trajano de Moraes, Santa Maria Madalena, Cordeiro, Duas Barras, Cantagalo, Itaocara, Sumidouro, Carmo e São Sebastião do Alto. O Vigário Episcopal Norte é o Pe. Alexandre Guidio. Em junho de 2015, o Vicariato recebeu um presente: a Paróquia do Santíssimo Sacramento foi elevada a Santuário Diocesano do Santíssimo Sacramento, sendo o local de peregrinação dedicado a Santíssima Eucaristia. 
Ao longo de um mês, Dom Edney presidirá Missas e Crismas, participará de reuniões e encontros com comunidades. No dia 25 de julho, por exemplo, o Prelado estará com a juventude no Bote Fé em Bom Jardim. Toda a comunidade é convidada a participar das atividades referentes ao Governo Itinerante.

PMs impedem execuções e apreendem drogas. Bons desempenhos no combate a criminalidade rendeu bonificação de mais de R$ 13 mil

Policiai Militares do 11ºBPM e Policiais Civis das delegacias de Nova Friburgo, Bom Jardim, Cordeiro, Cantagalo, Duas Barras, Macuco, Trajano de Moraes e Santa Maria Madalena serão agraciados com uma bonificação salarial. O prêmio será concedido devido ao fato das unidades policiais terem batido a meta de redução de criminalidade no período de janeiro a julho de 2015. Cada policial lotado nestas unidades receberão R$ 13.500. 


Porém mesmo já premiados, as guarnições do 11ºBPM não descansam. Em ocorrências nesta quarta-feira, 15, e quinta-feira, 16, policiais do batalhão realizaram apreensões de drogas e impediram que dois homens fossem assassinatos.

A primeira ocorrência foi em Olaria. Policiais do Serviço Reservado (P2), patrulhavam o bairro quando se depararam com um menor, de 14 anos, já conhecido por ter outras seis passagens por tráfico. Com o jovem, abordado na Rua Uruguaiana, foram apreendidos 42 papelotes de cocaína e 30 trouxinhas de maconha. Já a noite, também na Rua Uruguaiana, outro menor foi apreendido. Desta fez um jovem de 15 anos foi flagrado pelo equipe do PATAMO com 4705 papelotes de cocaína, que pesavam ao todo dois quilos da droga. Os menores apreendidos nas ações foram encaminhados para 151ªDP e apresentados ao Juizado da Infância e Adolescência.

Já em Amparo, policiais militares do DPO do bairro, receberam informações de tráfico de drogas em Nova Suíça. Ao patrulharem o bairro, os PMs entraram na Rua Nicola Yezzi, onde se depararam com duas pessoas ajoelhadas e outras três de pé. Um dos homens que estava em pé empunhava um revólver, numa clara demonstração que se preparava para executar as vítimas. Com a intervenção dos policiais militares os homens foram presos. Paulo Sérgio Rimes Daniel, 30 anos, Carlos Alberto Rimes Daniel, 32 anos, e Marcelo Ramon Miranda, 25 anos, foram levados para a 151ªDP e autuados por tentativa de homicídio. O nome das vítimas não foi divulgado pela PM.

Fotos cedidas pelo 11ºBPM
Maconha e cocaína foram apreendidos a tarde na Rua Uruguaiana, em Olaria

A noite, mais uma grande quantidade de cocaína foi apreendida na mesma rua

Arma apreendida em Nova Suíça seria usada em execução de dois homens

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Polícia Civil apreende Iphone que era vendido por R$ 350 na internet.

As Redes Sociais são hoje em dia uma das formas mais rápidas de comunicação. Com a popularidade de sites, como o Facebook, surgiram comunidades que oferecem todos os tipos de serviços e um dos que mais tem crescido é o de troca e venda de produtos diversos.

Em Nova Friburgo são vários os grupos denominados "Bazar" ou "Troca e Venda". Nestes grupos são oferecidos serviços, produtos e trocas de vários objetos. Um dos mais comuns é a venda ou troca de aparelhos celulares. 

Em um desses grupos, Policiais Civis da 151ªDP visualizaram a venda de um celular, modelo Iphone 5s 16GB, que estava sendo vendido por um valor muito abaixo do de mercado. Os agentes então identificaram e localizaram o vendedor, que foi conduzido a delegacia para prestar esclarecimentos. O  mesmo alegou que o aparelho havia sido encontrado na rua. O homem foi liberado e responderá pelo crime de Apropriação de coisa achada (Artigo 169, inciso II do Código Penal), que prevê pena de detenção de um mês a um ano ou multa. O celular ficou apreendido e a polícia agora busca identificar o proprietário para a devolução do bem.

Foto: Reprodução do Facebook
Aparelho era oferecido por R$ 350. Um novo não sai por menos de R$ 2.000